Opinião

Afinal, está mesmo a haver uma mudança!

Na semana que passou, o atual Executivo proporcionou aos portugueses dois dias completamente históricos.

O primeiro deles foi no dia 21 de maio (terça-feira). Após anos de um imbróglio para o qual não se avizinhava resolução há já muitos anos, finalmente, de uma forma categórica, responsável e sem deixar espaço para qualquer tipo de críticas, o Ministro da Educação, Ciência e Inovação, Dr. Fernando Alexandre, conseguiu atingir um acordo com a maioria das estruturas sindicais que se apresentavam como representantes da classe docente.

Este acordo alcançado, mais do que ser benéfico para toda a classe docente em Portugal, porque claro está que o é, acima de tudo é extremamente oportuno para todos os alunos e encarregados de educação do país.

No final de um ano letivo que, mais uma vez, foi caracterizado pela falta de estabilidade nas escolas, bem como pela consequente falta de resposta aos seus discentes, este acordo configura-se como uma sinal de esperança para todos aqueles que veem a escola pública como a única forma de se desenvolverem e poderem mudar o rumo da sua vida, alcançando dessa forma a tão almejada mobilidade social.

Já o segundo momento histórico da semana, foi no dia 23 de maio (quinta-feira).

Num Conselho de Ministro dedicado à Juventude, Luís Montenegro e todo o seu executivo aprovaram um pacote de medidas que tal como o acordo com os professores, devolvem a esperança aos mais jovens.

Com as medidas do financiamento público a 100% na compra da 1ª habitação, passando pelo alargamento das bolsas para os alunos com estatuto de trabalhador-estudante e para os que se encontram deslocados e, ainda, pelo alargamento do IRS Jovem, entre muitas outras medidas apresentadas.

O Sr. Primeiro Ministro, mais uma vez, cumpre com a sua palavra e faz aprovar muitas das medidas que se encontravam no Programa Eleitoral da Aliança Democrática, bem como no Programa de Governo apresentado na Assembleia da República.

Desta forma, pela primeira vez em largos anos, é reaberto o horizonte da esperança para um jovem que se pretenda formar, construir família e progredir na sua carreira profissional, em Portugal.

Contudo, as boas sensações não se cingiram apenas à apresentação deste pacote de medidas ou ao acordo alcançado. Continuaram a ser sentidas, principalmente, nas declarações do Ministro da Educação, Ciência e Inovação, quando referiu que num espaço de duas semanas, seria apresentado um plano de emergência para a Educação, aplicável já a partir do início do próximo ano letivo, e com o intuito de que o mesmo não se inicie no caos que o Partido Socialista nos habituou.

Se em algum momento dúvidas existiram creio que as mesmas já estão completamente dissipadas. Portugal está mesmo a mudar de rumo, e este, é apenas o início de uma gloriosa caminhada.

Pedro Contreiras, Vogal da Juventude Popular de Setúbal


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito