Opinião

A felicidade possível

Ensinaram-nos que ter menos que tudo é fracassar. Precisamos ter tudo, ser perfeitos e cumprir com todos os desígnios que a sociedade nos cobra, para podermos proclamar felicidade.

Parece existir uma espécie de check-list, construída no nosso imaginário social, que será algo como:

1)           Ter estatuto social e económico

2)           Ter sucesso profissional e académico

3)           Ter uma beleza de acordo com os padrões estéticos vigentes

4)           Ter uma relação amorosa de acordo com os padrões normalizados

5)           Ter uma família

6)           Ter uma boa casa

7)           Ter um bom carro

8)           Viajar pelo menos uma vez por ano

9)           ….

Quando um ou mais itens se encontram por cumprir, muitos são assolados por sentimentos de tristeza e de insatisfação. Sentem-se em défice e a falhar. A falhar no cumprimento da felicidade total e completa.

Mas porque precisamos ter tudo ou tanto? Será para preencher uma necessidade de aceitação social? Ou vazios de alma? Para curar feridas, quiçá da infância? Ou para realizar os sonhos dos pais?

E se formos felizes na imperfeição? Se formos felizes em relações, tidas pela maioria, como não convencionais?

E se não precisarmos de nenhuma check-list para nos sentirmos realizados e, realmente, felizes?

A felicidade reside muito mais nos detalhes, nos momentos, na aceitação das possibilidades que a vida nos oferece e nas pessoas que realmente amamos, para além de todos os preconceitos e estereótipos.

Aprenda a ser feliz nas suas relações possíveis, começando com a relação consigo próprio!

Ser feliz no possível, é uma enorme expressão de liberdade! Liberdade de ser, de amar e de pensar para além de normas e convenções…

Afinal…só nós é que sabemos!

Caminhamos Juntos no Empoderamento do Agridoce da Vida


ÚLTIMA HORA! O seu Diário do Distrito acabou de chegar com um canal no whatsapp
Sabia que o Diário do Distrito também já está no Telegram? Subscreva o canal.
Já viu os nossos novos vídeos/reportagens em parceria com a CNN no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!
Siga-nos na nossa página no Facebook! Veja os diretos que realizamos no seu distrito